Educação

L’Oréal Brasil é a nova parceira do Circuito de Oficinas de História e Cultura Afro-brasileira do Instituto Pretos Novos

Localizado na Zona Portuária do Rio de Janeiro, região que mais recebeu escravizados no mundo, o IPN tem como objetivo preservar e valorizar as histórias africanas e afro-brasileiras. Por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura (Lei do ISS), o projeto oferecerá gratuitamente mais de 45 cursos focados na temática racial.

A L’Oréal Brasil reforça o seu compromisso de Criar a Beleza que Move o Mundo, uma beleza mais diversa & inclusiva, e anuncia parceria com o Instituto Pretos Novos, localizado na Zona Portuária do Rio de Janeiro, onde se encontra também a sede da empresa. Com intuito de fortalecer e promover narrativas afrodescendentes e ajudar no combate ao racismo estrutural, a empresa apoia — via lei de incentivo municipal – o projeto Circuito de Oficinas de História e Cultura Afro-brasileira.

Foto: Divulgação
Anúncios

Ao todo, são mais de 45 cursos ministrados por historiadores, sociólogos, jornalistas, entre outros nomes de grandes instituições de ensino, focados em multiplicar o conhecimento histórico e arqueológico da Zona Portuária do Rio, assim como tratar as temáticas mais latentes da sociedade brasileira como o racismo estrutural.

“Como líderes de mercado, temos papel importante na transformação da sociedade brasileira, onde 56% das pessoas se autodeclaram negras. Queremos que a nossa população se sinta representada dentro da empresa, mas também fora dela, com nossos produtos, campanhas e projetos. A parceria com o IPN é de extrema relevância para o letramento da nossa população.”, comenta Marcelo Zimet, CEO da L’Oréal Brasil.

As oficinas do IPN serão realizadas de forma 100% online e gratuita e contam com tradutores de libras.

Devido as dificuldades de encontrar a verdadeira história da escravidão nos livros na época do achado, a diretora-presidente do Instituto Pretos Novos, Merced Guimarães, fez a promessa de levar a academia para o povo, para que todas essas pesquisas que são realizadas na academia não fiquem empoeiradas nas prateleiras das universidades. Então, o IPN convida diversos pesquisadores para compartilhar esse conhecimento.

“É muito importante que uma empresa do porte da L’Oréal Brasil, vizinha deste Instituto singular na região portuária do Rio de Janeiro, venha patrocinar um dos nossos projetos, pensando em uma política antirracista. Esperamos que este seja apenas no início desta parceria”, revela Merced.

Anúncios

O projeto tem a duração de 12 meses e o link para inscrição já está disponível no Sympla. Cada aula tem 2 horas de duração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: