Mulher e conduzida pela policia após ofensas racistas em Uberaba

Uma mulher de 66 anos chegou foi conduzida para uma das Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp), após ofender com comentários pejorativos os cabelos de um funcionário de uma drogaria, do bairro Abadia em Uberaba na ultima terça (13). Ela proferia em alto e bom som ofensas ao funcionário da drogaria, de 27 anos por conta de seu cabelo black power.

Anúncios

Ela falava que o funcionário “trabalha mal por conta de seus cabelos”. E que, “seus cabelos eram ridículos e que não deveria trabalhar com um cabelo tão grande”. Ela disse que também que, “deveria voltar para o gueto, que ele era um vagabundo e imprestável, e que só poderia ser burro”.

Ela tentou se justificar dizendo que “foi mal atendida na farmácia e por isso o xingou”. Testemunhas que presenciaram os fatos ficaram no local aguardando a chegada da Polícia Militar, pois estavam indignadas com as ofensas da aposentada dirigida a um funcionário cortês e solícito. 

Além das ofensas em um momento a mulher disse que também era negra e que no brasil não existe pessoas brancas no Brasil.

 A vítima, acompanhada de advogada, e a autora, também acompanhada de advogado, foram encaminhados até a Aisp, onde foi lavrado TCO.

Via: JM Online

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.