Novidades

Idealizadora do Mulheres Inspiradoras, Gina Vieira participa de live sobre violência domestica

Professora irá falar sobre educação e prevenção à violência doméstica.

“A escola sempre foi vista por mim como um lugar com potencial para transformar minha história”, declara a professora Gina Vieira Ponte de Albuquerque. Impregnada desse sentimento, a educadora decidiu garantir que o espaço escolar pudesse também impulsionar mudanças positivas em seus alunos e alunas. A oportunidade singular para isso surgiu de uma forma inusitada, quando ela deparou com um vídeo de uma aluna de apenas 13 anos, em uma rede social.

Gina é uma importante voz em defesa da educação para a igualdade étnico-racial e de gênero Foto: Reprodução

No vídeo, a menina compartilhava um conteúdo com teor erótico, que reproduzia a representação de mulheres objetificadas – algo muito comum entre as adolescentes. A professora decidiu, então, estudar o motivo pelo qual as meninas empreendiam esse tipo de comportamento. “Concluí que desde cedo elas são apresentadas a esse referencial feminino: a mulher sempre medida pelo quanto que é sexualmente desejável, pelo quanto ela corresponde a um determinado padrão de beleza”, lembra.

Assim, surgiu a ideia da elaboração de um projeto com os estudantes, com o objetivo central de permitir que conhecessem a biografia de grandes mulheres e suas significativas realizações. “A iniciativa pedagógica teve como eixo estruturante de todas as ações a concepção de que, para superarmos a representação da mulher objetificada, que é tão recorrente na mídia, precisamos colocar em evidência outras representações femininas”, explica.

Anúncios

Educação e prevenção

O projeto – Mulheres Inspiradoras – teve grande repercussão, recebeu muitos prêmios e fez da professora importante voz em defesa da educação para a igualdade étnico-racial e de gênero. Na próxima 2ª feira (29/3), às 18h, ela vai participar, como expositora, de uma live da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Comsiv) do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), em parceria com o governo de Minas, em torno da seguinte pergunta: “Como a educação pode ajudar a prevenir a violência doméstica?”

“Na live, vamos conversar sobre temas relacionados à violência contra meninas e mulheres. A proposta é refletirmos sobre que aspectos colaboram para que o Brasil continue sendo um país com altos índices de feminicídio, de estupro e de abuso. E como a educação pode dar sua colaboração nessa agenda urgente, necessária e importante para todos nós, que é a promoção de uma cultura de combate a todas as formas de violência contra meninas e mulheres“, declara a professora.

Natural de Brasília, Gina Vieira Ponte é graduada em Letras pela Universidade Católica de Brasília (UCB) e pós-graduada pela Universidade de Brasília (UnB) em Educação a Distância, Desenvolvimento Humano e Inclusão Escolar, Letramentos e Práticas Interdisciplinares nos Anos Finais. Atua como professora de educação básica desde 1991.

O debate com a professora será transmitido pelo canal do TJMG no Youtube. Confira aqui . O juiz Gustavo Corte Real, da comarca de Vespasiano, será o mediador da atividade. A diretora de ensino médio da Secretaria de Estado de Educação, Letícia Silva Palma, vai atuar como debatedora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: