TV

Cine Clube da Madruga exibe série e promove bate-papos em casas de cultura da periferia de São Paulo

“Atroz” apresenta personagens pretes que veem seus sonhos transformados em verdadeiras provas de sobrevivência.

Atroz ganha exibições gratuitas e rodas de conversa em casas de cultura e salas de cinema de São Paulo.  A série de ficção brasileira retrata as crueldades vividas por artistas pretos e LGBTQIA+ na indústria cinematográfica. “As pessoas precisam assistir Atroz, pra ver que jovens negres podem estar numa narrativa audiovisual, falando de um outro assunto que não seja necessariamente drogas, violência policial e morte. Uma narrativa que reflete arte e capitalismo não só pode como deve ser representada por corpos negros, que são as pessoas que fazem essa roda girar!”.

Foto: Bianca Soares
Anúncios

Quatro jovens amigas, Táta, Dodô, Vivi e Zezé, vivem o típico cotidiano de artistas que buscam sobreviver trabalhando no cinema. Através do metacinema, a série reflete o próprio mercado audiovisual, colocando em foco as agressões que profissionais da área sofrem. No elenco estão Abraão Kimberley, Ícaro Pio, Lara Júlia e Lilith Cristina. O roteiro é assinado por Ícaro e conta com a direção de Lux Machado e produção executiva de Larissa Cavalcante, uma realização da produtora Madrugada Filmes. A série foi gravada durante os meses de março, abril e maio de 2022, nas zonas norte e oeste da cidade de São Paulo (SP), com equipe e elenco majoritariamente negro e LGBTQIA+.

Nos dias 26, 27, 28 e 29/01, Atroz será exibida gratuitamente no Casarão da Vila Guilherme, na Casa de Cultura do Butantã, na Casa de Cultura da Brasilândia e na Casa de Cultura Hip Hop Leste, respectivamente. Outras datas ainda serão divulgadas nas redes sociais da produtora. A exibição é de 1h30 e será seguida por uma roda de conversa com Ícaro Pio, Lara Julia, Lux Machado, Larissa Cavalcante e Abraão Kimberley. Madrugada Filmes também promoverá o Papo Afrocine: do dia 30/01 a 02/02, 4 palestras online com profissionais negres do audiovisual sobre roteiro, direção, direção de fotografia e produção. Todos os eventos contam com recursos de acessibilidade, como intérprete de libras, legenda descritiva e audiodescrição.

“Só voltamos a ter Ministério da Cultura esse ano. Essa série é um retrato da exploração e jornada exaustiva que muitos artistas, profissionais da cultura e do audiovisual tem em seu cotidiano num país que ama arte, mas que não a financia na mesma proporção. Nós estamos contando história das pessoas que trabalham contando histórias. Patrocínio, glamour e status são exceção dentro de uma indústria em que a regra é a sub remuneração e o abuso de poder”, comenta Ícaro Pio, ator e roteirista da série.

Anúncios

Atroz é um projeto contemplado pela 2ª EDIÇÃO DO EDITAL DE APOIO À CULTURA NEGRA para a cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: