Novidades

Referência de moda inclusiva nas redes sociais, Ana Flávia reflete: “país de maioria negra e corpo curvilíneo”

Carregando o lema “Sendo real e inventando moda”, Ana Flávia, é um dos grandes nomes que estão em ascensão no mundo da internet. A influenciadora digital usa sua voz para produzir conteúdos únicos e
autênticos sobre aceitação e empoderamento da mulher preta. Não é atoa, que com sua influência positiva na internet, acumula mais de 600 mil seguidores no Instagram.

Segundo a creator, o desenvolvimento desses conteúdos são de extrema importância, pois ainda que há um grande crescimento no movimento de aceitação feminina, ainda existe mulheres que sentem vergonha dos seus corpos.

“O Brasil é um país de maioria negra e de corpo curvilíneos também. Mas em algum momento, e isso se perdura até hoje, decidiram que a beleza seria sinônimo de um padrão de corpo totalmente europeu. A cada ano surgem mais mulheres adeptas a qualquer tipo de procedimento para se encaixar nesse padrão (que não é real e nem alcançável pela maioria das mulheres)”, diz a influencer.

Ana Flávia afirma que por conta dessa grande pressão estética, que inclusive é intensificada nas redes, muitas pessoas acabam passando a vida inteira se odiando e tendo a sensação de que só será aceito quando alcançar padrões de beleza inexistentes. “É por isso que eu acho que o trabalho de influenciador é super importante porque por meio da internet você pode vender uma mentira, usando filtros, maquiagens, apps de edição para passar adiante conteúdos escondendo suas inseguranças e gerando ainda mais inseguranças no público. Isso acaba se tornando um ciclo que não acaba, ”, declara.

Nas suas redes, a influenciadora compartilha vídeos se arrumando e mostrando toda a realidade por trás de suas escolhas de looks, ressaltando que o mais importante é se sentir confortável, bem consigo
mesma e com seu corpo. Com o sucesso do quadro, foi indicada ao prêmio TikTok Awards, na categoria “Arrume-se Comigo”. A influencer celebra a conquista e a ‘boa influência’ que traz nas redes. “É importante sempre se lembrar e lembrar as pessoas que te seguem que está tudo bem em não ter um corpo padrão!”, afirma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: