Musica

COR DO SOM: Maurício Pazz convida Walmir Gil para série de apresentações online

Projeto, que será transmitido pelo YouTube, reflete sobre a importância de criarmos registros sobre as memórias de artistas negros e negras.

Como desdobramento da série audiovisual “Cor do Som – Memórias da Música Negra”, Mauricio Pazz convida Walmir Gil – fundador da aclamada Banda Mantiqueira e um dos mais notáveis trompetistas brasileiros -para uma série de apresentações online nos próximos dias 26, 27 e 28 de novembro, seguidos de 3, 4, e 5 de dezembro. Os encontros serão nas sextas e sábados sempre às 21h e aos domingos às 20h.

COR DO SOM Foto: Mariana Ser
Anúncios

Nesse projeto, transmitido pelo YouTube, os universos da canção e da música instrumental se entrelaçam em um potente encontro de gerações, guiadas por diversos sotaques das sonoridades afro-diaspóricas.

Para o repertório, dividido em três eixos intitulados “Memória”, “Movimento” e “Leveza”, faixas como “Para Bonga e Bogum”, “Sarau para Alforria” e “Aiai meu bem” estão entre os destaques. 

“Nas minhas pesquisas acadêmicas me deparei, várias vezes, com a escassez de registros disponíveis e acessíveis sobre a carreira de musicistas instrumentistas pretes. Quando esses artistas superam a barreira do anonimato, aparecem na condição de “gênios” cujo talento é quase sempre atribuído ao “instinto” que os guia arbitrariamente e não ao aprimoramento da técnica e de suas capacidades criativas de produção e execução. Inquietante, né? Foi aí que “Cor do Som” surgiu, como série documental. O objetivo é justamente valorizar e publicizar a trajetória da produção artística e intelectual de músicos negros que, por efeito do racismo, têm suas histórias apagadas, bem como sua produção pouco (re)conhecida. Depois do documentário, amplio essa reflexão com um espetáculo lindo, leve e de extrema importância”. 

Somando na banda base, Allan Abbadia (trombone), Cauê Silva (percussões), Fábio Leandro (pianos acústico e elétrico), Rudson Daniel (percussões) e Vanessa Ferreira (contrabaixos acústico e elétrico). Já no bandolim, cavaco, guitarra, violão, violão tenor e voz, o próprio Maurício Pazz. 

Essa é uma realização do Programa de Ação Cultural Lei Aldir Blanc – PROAC LAB, edital 39/2020, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. 

SERVIÇO

COR DO SOM: Maurício Pazz convida Walmir Gil

26, 27 e 28 de novembro

3, 4, e 5 de dezembro 

Horários: Sextas e sábados sempre às 21h e aos domingos às 20h

Transmissão via YouTube (https://www.youtube.com/c/MauricioPazz)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: