Matérias

Pesquisa revela que pandemia traz um novo olhar sobre os padrões de beleza para 80% das brasileiras

Levantamento inédito da Avon, #OlhadeNovo, mapeia mudanças de hábitos e transformações na autoestima de mulheres de norte a sul do país.

As profundas mudanças causadas pela pandemia de COVID-19 na sociedade brasileira também se refletem nos hábitos de beleza no país, que hoje é quarto maior mercado consumidor desse segmento no mundo*. Para ouvir as mulheres sobre esse momento, a Avon realizou um levantamento inédito, com 1.000 entrevistas de norte a sul, em parceria com a consultoria Grimpa.  O estudo mostrou a transformação, a ressignificação e os novos olhares para diversos temas como: autoestima, maquiagem, cuidados com a pele, fragrâncias, e a relação emocional das consumidoras com essas categorias em tempos desafiadores.

Ana Carolina Foto: Jão Nicomedes
Anúncios

Produtos de beleza tiveram um papel emocional para 8 em cada 10 mulheres durante o isolamento

Mais de 80% das pesquisadas disseram que produtos de beleza foram aliados em tempos de pandemia e isolamento social para aumentar a sensação de bem-estar em alguns momentos do cotidiano. Isso mostra a importância da Avon e da rede de mulheres que se conectam e dão suporte umas às outras, por meio de suas Representantes da Beleza.

A pesquisa faz parte da campanha #OlhadeNovo, que marca o reposicionamento da Avon e convida a sociedade a ampliar os olhares sobre a marca, mas também sobre a beleza e as mulheres, para que todos e todas vejam as pessoas além dos seus corpos, comemorando suas trajetórias e conquistas. Com 135 anos de história, a Avon trará aos consumidores um movimento de reinvenção ao longo do ano em produtos, comunicações e eventos.

Anúncios

Confira os achados da pesquisa #OlhadeNovo:

Na pandemia, beleza significa saúde e valorização pessoal

A pesquisa #OlhadeNovo* mostra que 60% das mulheres passaram a ficar mais em casa, o que levou a um momento de descolamento dos padrões estéticos e maior sensação de liberdade: 80% das entrevistadas afirmam que, na pandemia, a autoestima se tornou muito mais uma questão de bem-estar do que de padrões. O dado revela um movimento voltado para o interior, valorizando a saúde (69%) e a as qualidades pessoais (24%) como fatores importantes de um novo olhar para a própria imagem.

Período de transformações também derruba antigas crenças sobre maquiagem

E, nesse quesito, velhos olhares ficaram para trás: 78% afirmaram que o batom vermelho é algo que uma mulher usa para ela se sentir bem, e não para chamar a atenção de outras pessoas, e 74% dizem que maquiagem colorida, brilho e perfume também podem ser usados dentro de casa.

Brasileiras ficaram mais focadas em itens de cuidados para a pele que viram nas redes sociais

Os cuidados com a pele do rosto e do corpo foram o foco:  especialmente entre as mulheres que passaram a ficar mais tempo em casa (41%), houve maior compra desses itens, com o intuito de cuidar mais de si mesma (34%) ou testar produtos que viram nas redes sociais (28%) – sendo que o e-commerce se tornou o principal canal de compras para 67% das consumidoras.

Máscara de proteção facial mudou a forma como as mulheres cuidam do rosto e maquiam lábios e olhos

O uso das máscaras de proteção contra a COVID-19 transformou os hábitos de cuidados com a face de 6 em cada 10 mulheres: 35% passaram a usar produtos para proteger a pele, 33% focaram mais na maquiagem dos olhos e 21% trocaram o batom pelos produtos de hidratação dos lábios.

Anúncios

Maquiagem passou a ser usada apenas alguns dias por semana, mas melhorou o humor de 80% das mulheres

Esses cosméticos foram aplicados de uma a duas vezes por semana em média, tanto em compromissos presenciais (32%) quanto online (22%), mas também para a mulher se sentir mais bonita (23%) ou para melhorar dias em que ela se sentia desanimada (17%).  A categoria revelou ter um papel transformador para elas durante a pandemia, ajudando a melhorar o humor de 80% das entrevistadas.

Fragrâncias transportaram usuárias para lugares e momentos felizes

Os perfumes revelaram seu poder de evocar boas memórias e afastar a sensação de isolamento: 46% das respondentes afirmaram que eles as transportam para outros lugares ou fazem lembrar de momentos felizes.

Mulheres querem usar mais perfume, batom e máscara de cílios quando a pandemia acabar

Pensando no futuro, quando a pandemia estiver controlada, as participantes da pesquisa #OlhadeNovo também responderam algumas perguntas sobre como devem ser os hábitos de beleza quando puderem sair mais de casa: perfume (65%), batom (62%) e máscara de cílios (58%) são os itens que passarão a ser usados com mais frequência nesse novo contexto.

“A pesquisa #OlhadeNovo nos ajudou a enxergar ainda melhor o papel da Avon como aliada das mulheres brasileiras, até em momentos mais desafiadores como este que estamos vivendo. Os resultados dialogam com o reposicionamento da marca e serão traduzidos para as pessoas em novos produtos ainda mais voltados para sua beleza genuína e bem-estar. Além disso, a forma como nos comunicamos com elas ressaltará cada vez mais a autenticidade, a diversidade e liberdade de expressão, celebrando suas histórias individuais. Estamos em sintonia com as brasileiras e prontos para inaugurar esse novo capítulo na história da Avon”, afirma Viviane Pepe, Diretora de Comunicação da Avon Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: