Noticias

Policial pisa no pescoço de mulher preta de 51 anos em São Paulo

Caso semelhante ao que causou a morte de George Floyd nos EUA aconteceu 5 dias depois aqui no Brasil.

O programa Fantástico mostrou ontem (12) um vídeo onde uma mulher preta de 51 anos foi vitima de violência policial, situação aconteceu em 30 de maio deste ano, 5 dias apôs a morte de George Floyd nos EUA por ação policial violenta onde o mesmo ficou mais de 8 minutos ajoelhado em seu pescoço.

Na ocasião, a mulher que não quis se identificar estava com seu bar aberto quando alguns clientes chegaram, um deles chegou de carro e ligou o som em um volume alto, incomodados com o som, os vizinhos chamaram a policia, ela disse que ainda pediu para ele abaixar mas já era tarde, os policiais chegaram já na abordagem e segundo a mesma, seu amigo estava sendo agredido por um dos policiais outro homem também teve uma arma apontada pelo outro policial que fez a abordagem, enquanto ele mostrava que estava desarmado e até tira a camisa e levanta os braços enquanto outro morador filma a ação, durante um vídeo e possível ver um homem segurando um rodo mas este um tanto distante dos policiais, o policial retorna para seu parceiro que rende o amigo da vitima, o momento que e a mulher foi rendida e agredida não chegaram até a emissora, veja momento em que o policial pisa no pescoço da comerciante já rendida no chão e coloca o peso do corpo sobre a vitima, veja:

Exato momento em que o policial pisa no pescoço da comerciante. “Quanto mais me debatia, mais ele apertava a botina no meu pescoço

Durante a reportagem ela narrou como foi a ação violenta do policial e a agressão do mesmo:

“Eu pedi para o policial parar. O policial me empurrou na grade do bar, me deu 3 socos. Ele foi me dar uma rasteira, pra me derrubar. Ele quebrou minha tíbia.”

Durante o vídeo e possível ouvir varias moradores gritando pela vida da mulher que logo em seguida foi algemada e arrastada pelo policial até a calçada ao lado de seu amigo, não satisfeito ele ainda ajoelhou sobre seu pescoço e suas costelas, segundo ela mesma ela desmaiou 4 vezes durante a ação.

A policia teve acesso ao caso uma semana depois mas não divulgou as imagens, o fantástico conseguiu falar com o policial que se chama João Paulo por telefone, na conversa com produtor do programa ele disse que a vitima teria partido para cima de seu parceiro e ainda na conversa afirmou que usou “um meio necessário“, no B.O. ele alegou que a mesma estava armada com barra de ferro e também teria usado um rodo, no qual citamos anteriormente, a vitima nega e falou ao programa que ela não arrancou a barra e que quando ela acordou ela viu a barra de ferro na mão do policial.

Ela foi levada para o hospital com a tíbia quebrada, lesões nas costas, apos receber atendimento, foi levada para a delegacia onde ainda ficou detida até o dia seguinte, os policiais registraram um B.O. por desacato, lesão corporal, desobediência e resistência.

Um mês depois ela ainda passou por uma cirurgia e teve 16 pontos na perna, o advogado da vitima, Felipe Pires Morandini falou ao Fantástico que visam provar a inocência da mesma com as imagens e as testemunhas do caso e que vão “tomar todas as medidas necessárias para isso.”.

Perna fraturada da vitima pós-cirurgia e com alguns pontos ainda no joelho.

Em nota, a Policia Militar do Estado de São Paulo informou que ambos os policiais estão afastados das atividades e a Secretaria de Segurança Publica do Estado de São Paulo emitiu nota dizendo que “não compactua com a conduta dos agentes” e que os policiais teriam passado por um treinamento no inicio do mês para evitar esse tipo de conduta.

A semelhança do caso com o de Floyd só mostra o quanto ainda vivemos em um estado racista onde as policias não mostram nenhum temor ao agredir e colocar a vida de pessoas pretas em risco, e nítida a diferença de abordagem com pessoas pretas, o caso segue na justiça.

O governador do estado de São Paulo, João Doria, condenou a ação dos policia nas redes sociais:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: