10 séries com protagonistas negros para você assistir na ‘quarentena’

Estamos vivendo em uma pandemia, por conta disso todos precisamos ficar em casa tendo o menor contato possível com outras pessoas para que o coronavírus não se espalhe mais ainda. Mas tanto tempo dentro de casa pode não ser tão bom, estamos sendo bombardeados por notícias que aumentam a tensão e precisamos achar coisas para distrair a mente. É por isso que durante essa semana o Cultura Preta vai trazer listas para te ajudar a sair dessa rede de notícias e também matar o tédio quando for preciso. A lista de hoje é: séries!

1. Atlanta

Criada e protagonizada por Donal Glover, Atlanta já é bastante conhecida e com uma base de fãs bem consolidada. Na série Earn vira o agente da carreira de súbito sucesso de seu primo, o Paper Boy,  Porém, os dois discordam em diversos pontos sobre a divisão entre arte e entretenimento no hip-hop. A série tem duas temporadas já lançadas. Estavam sendo gravadas a terceira e quatro, que foram interrompidas pelo surto do coronavírus.

2. Watchmen

Uma série bastante falada em 2019, a história continua a narrativa da história em quadrinhos do mesmo nome. Nesse universo os heróis são proibidos e tratados como criminosos. A série tem apenas uma temporada, e além de tratar de críticas sociais já abordadas na HQ, inclui o racismo como um dos seus temas principais, pode-se até dizer, que é o seu tema principal.

3. Raio Negro

Mais uma série de super-heróis, é baseada no personagem Raio Negro, da DC Comics. O Raio Negro, interpretado por Cress Williams, além de lidar com sua vida de super heróis, precisa lidar com seus problemas pessoais e familiares e carregar o peso de ser um símbolo da sua comunidade. A série atualmente tem 3 temporadas.

4. Criando Dion

Mais uma considerada de heróis, mas essa não tão conhecida, Criando Dion é baseado na história em quadrinhos de 2015 e no curta-metragem homônimo de Dennis Liu. Entre suspense e ficção científica, ela conta a história de um garotinho fofo chamado Dion, filho de uma mãe solteira que perdeu seu marido de forma misteriosa e, agora sozinha, tenta criar o seu garoto com superpoderes. A série tem uma temporada lançada e já foi renovada para a segunda.

5. Afro Samurai

Uma última série de super-heróis, essa merece uma atenção porquê é algo que não vemos todos os dias: um anime com protagonista negro. Afro Samurai é uma referência direta ao o cinema blaxploitation. O anime acompanha esse samurai negro na sua procura por vingança. Afro Samurai tem apenas cinco episódios e pra melhorar ainda mais, ele é dublado por Samuel L. Jackson.

6. Queen Sono

A primeira série original da Netflix feita no continente africano, Queen Sono acompanha a vida da sua protagonista que é uma agente de uma agência governamental sul-africana, precisa lidar com os problemas políticos que envolvem a agência e todo o país e com seus dilemas pessoais, como carregar o peso de ser filha de uma ativista que virou um mártir. Queen sono tem apenas uma temporada lançada e já falamos sobre ela aqui no Cultura Preta.

7. Black-ish

Indo para a comédia, Black-ish é uma sitcom que acompanha a vida de uma família negra de classe média alta. Dre Johnson, protagonista da série, como um homem afro-americano, ele passa a questionar a influência deste sucesso na identidade étnica e cultural de sua família. A série tem seis temporadas lançadas e conta com dois spin-offs, Grow-ish e Mixed-ish.

8. On My Block

Em um bairro marginalizado de Los Angeles, a amizade de quatro adolescentes é testada no início do ensino médio. Eles precisam lidar com os novos desafios que envolvem crescer no local que vivem, os papéis sociais e expectativas impostas. Além da população negra, a série aborda também a população latina. Recentemente foi lançada a terceira temporada da série.

9. Impuros

Trazendo, claro, pelo menos uma produção brasileira para essa lista. No Rio de Janeiro dos anos 1990, em um território conflagrado por problemas sociais e onde a oportunidade do crime é muito tentadora, Evandro enfrenta as complexidades do mundo do tráfico e a relação complicada com a própria mãe. A série tem duas temporadas lançadas e trata de acontecimentos que aconteceram nos anos 90 e podem ser relacionados com os dias atuais.

10. Ritmo + Flow

Essa é para quem gosta de reality show. Ritmo + Flow é o primeiro programa original de competição musical da Netflix. Na série, os artistas de hip hop Cardi B, Chance the Rapper e Tip “T.I.” procuram o futuro sucesso do hip hop.

Menção Honrosa

Conheça a Afroflix, uma plataforma colaborativa que disponibiliza conteúdos audiovisuais online com uma condição: aqui no AFROFLIX você encontra produções com, pelo menos, uma área de atuação técnica/artística assinada por uma pessoa negra. Na plataforma você encontra séries, filmes, videoclipes, entre outros.

Veja também as outros listas:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.