Empreendedorismo Negro

4 pontos que mostram porque a Conta Black é um negócio de impacto social

Muito se fala de negócios inovadores, que atendem amplamente às mais diferentes necessidades da sociedade. Mas poucas são as iniciativas voltadas para pessoas que ocupam a base da pirâmide social e consequentemente, suas principais demandas não são atendidas. Em contrapartida, por meio do empreendedorismo, pessoas que são lidas como integrantes de grupos minorizados e até mesmo invisibilizados, recorrem ao seu próprio potencial criativo para traçar estratégias arbitrárias à invisibilidade social, e criam negócios que causam real impacto nas estruturas, a partir de suas especificidades.

Sérgio All, idealizador da Conta Black Foto: Reprodução
Anúncios

É o caso de Sérgio All, que idealizou a Conta Black, hub de serviços financeiros e de consumo, alocado em uma conta digital que nasceu, inicialmente, com o propósito de atender os desbancarizados que não têm acesso a serviços bancários. Destinado, não só a população preta, mas para todas as classes, a Conta oferece uma variedade de serviços com foco na educação financeira. Veja abaixo pontos que mostram que a Conta Black é um negócio de impacto.

• O CEO é um homem negro

A Conta Black não é um negócio tradicional, é uma startup que quebra muitos dos paradigmas impostos socialmente. Hoje, líderes negros ainda ocupam menos de 50% de cargos de CEO no Brasil, no entanto, Sérgio All é uma exceção à regra. Dessa forma, torna-se referência e um diferencial no mercado de trabalho e no mundo corporativo, o que potencializa a construção de um legado para as novas gerações. A Conta Black é a primeira fintech criada por empreendedores negros a ganhar escala entre as mais de 800 fintechs brasileiras.

• Tem uma mulher negra como uma das líderes

Fernanda Ribeiro é cofundadora e COO da Conta Black e partindo do mito da falta de qualificação que perpassa a vivência da mulher preta, ela quebra todos os paradigmas mostrando sua potencialidade e quão gigante é no mundo corporativo. Com formação em Turismo e pós-graduada em comunicação corporativa, Fernanda se destaca por sua atuação no ecossistema de empreendedorismo e finanças.

• O seu público alvo é além dos desbancarizados

Criada em 2017, a Conta Black foi fundada com a premissa básica de sanar a exclusão financeira, atendendo as demandas das classes C, D e E, para as pessoas físicas e jurídicas. Com um novo posicionamento, a Conta deixa de ser apenas conta digital para se tornar um hub de serviços financeiros e de consumo, um ecossistema que tem como objetivo principal fomentar o consumo local e contribuir para a geração de trabalho e renda em comunidades periféricas, focando em quatro pilares: educação financeira, benefícios, consumo e a conta digital, ofertando novos serviços, considerando as especificidades de cada pessoa.

• Visa a construção de uma nova economia

A Conta Black fundamenta a construção de uma economia criativa, um novo poder econômico que propõe um cenário plural. É uma iniciativa que se transforma, não só por seus propósitos, mas por alcançar espaços de alto valor e em contrapartida mobiliza não só o seu público alvo, mas a sociedade como um todo.

Clique e acesse o site da Conta Black.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: