TV

Universo Geek e Rincón Sapiência ganham espaço no Estação Livre desta sexta-feira (1/10)

O programa da TV Cultura vai ao ar a partir das 22h, com apresentação de Cris Guterres.

Nesta sexta-feira (1/10), o Estação Livre fala sobre Cultura Geek. O que antes era um mundo masculino e para poucos, está ganhando mais adeptos e mais diversidade. Hoje, negros, periféricos e principalmente mulheres ocupam o universo gamer. Com apresentação de Cris Guterres, o programa fala sobre games, quadrinhos e cosplayers. No estúdio, a roteirista Thaís Hern e o jornalista e consultor Luiz Gustavo Queiroga comentam o tema. O rapper Rincón Sapiência também marca presença no programa dando como dica o disco Verequete e Conjunto Uirapuru Vol 9, do músico paraense Mestre Verequete.

Cris Guterres, Thaís Hern e Luiz Gustavo Queiroga Foto: Beatriz Girão
Anúncios

Reportagens

O Estação abre o programa com Afroreggae apresentando seu AfroGames, o primeiro centro de treinamento em e-sports no mundo. Equipado com aparelhos de última geração, o Afrogames oferece aulas de inglês, de programação, preparação física e apoio psicológico. Além de formar atletas, também busca formar profissionais em diferentes segmentos na indústria dos games. Tudo isso no meio da favela de Vigário Geral, no Rio De Janeiro.

Dados da Pesquisa Game Brasil apontam que 72% dos brasileiros jogam games e, com a pandemia, o tempo jogando aumentou. Realizada desde 2014, faz um perfil dos gamers da América Latina. Partindo disso, o programa também analisa comportamento, consumo e tendências desse mercado, que teve mudanças significativas nos últimos anos.

A reportagem do programa também visita o estúdio Sue The Real, que desenvolve jogos que trazem personagens negros, discutem a ancestralidade e inserem esses personagens na realidade periférica.

A PerifaCon foi um divisor de águas no mundo dos games, para quem não tinha acesso a uma ComicCon. A primeira e única edição aconteceu em 2019, no Capão Redondo, Zona Sul de São Paulo. O evento recebeu mais de 4 mil pessoas e se consagrou como primeiro evento geek voltado ao público periférico, o que também entra em pauta na edição.

O Estação Livre ainda fala de rappers como Mano Brown e Negra Li, verdadeiros heróis para o povo periférico. E o projeto Rap Em Quadrinhos leva essa ideia ao pé da letra, retratando alguns dos principais nomes da cena como personagens dos quadrinhos. Para finalizar, o mundo do cosplay chega às telas da TV Cultura e fala sobre o preconceito neste universo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: