Novidades

Comunidades do Rio recebem o projeto “Vivências em Danças Populares”

Oficinas de perna de pau acontecerão no Morro da Babilônia, Rocinha e Realengo.

O projeto Vivências em Danças Populares, contemplado pela lei Aldir Blanc, com apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, levará ações específicas em comunidades do Rio, para jovens e adultos a partir de 10 anos. A ideia é fortalecer a cultura local com vivências na pernas de pau.

A ideia é levar uma experiência única para cada participante. Lembrando que todos os alunos devem usar máscaras e serão instruídos dentro de todos os protocolos de segurança, além de participar do ciclo de convivência, onde terão conversas sobre medidas de prevenção. Ao final do evento será produzido um minidocumentário apresentando o projeto no final, além de uma exposição de fotos que será disponibilizada nos canais do projeto Vivências em Danças Populares. 

Vivencias em Danças Populares Foto: Alanna Dahan
Anúncios


Apoie o Cultura Preta no Apoia.se por apenas 10 reais mensais, clique e apoie!

“As dinâmicas vão acontecer orientadas por diálogos sobre referências e histórias que compõem as manifestações, valorizando a cultura popular por meio do resgate da oralidade. Viabilizando grupos tradicionais, mestres, mestras que atuam protagonizando os processos que mantém vivo os saberes populares e muito nos influenciam. Faremos uso da descrição dos instrumentos e movimentos que compõem cada uma delas, ressaltando a poética que é construída por meio da interação entre esses elementos, nossos corpos e a perna de pau esse brinquedo popular de agigantar as emoções.  Esperamos com o projeto promover o intercâmbio e valorização da cena cultural local”, afirma Natalia Sant’Anna, do Vivencias Populares.

A partir do dia 13 de fevereiro, o Vivências Populares levará danças de pernas de pau com um convidado diferente a cada semana. Nos dias 13 e 14, a Favela Orgânica, no Morro da Babilônia, receberá a experiência do Jongo nas alturas. No domingo, dia 14, a convidada será Jéssica Castro. No fim de semana seguinte, dias 20 e 21, o projeto social da Rocinha receberá vivências de pernas de pau com Maracatu. No domingo, os convidados serão do Tambores de Olokun. No último fim de semana de fevereiro, dias 27 e 28, o projeto Lata Doida, em Realengo, terá a vivência do Coco através das pernas de pau. O convidado de domingo será o grupo de Brincantes da Terra Branca. 

As oficinas acontecerão em três comunidades, com quatro encontros por fim de semana. Sempre em duas turmas aos sábados e domingos, de 13h30 às 15h30 e de 16h às 17h30, dentro de todos os protocolos sanitários de segurança para a prevenção do COVID-19.

Saiba mais em @vivenciasdancaspopulares.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: